Escoriações Neuróticas

Distúrbio predominantemente feminino,ocorre principalmente entre os 30 e 50 anos de idade, mas pode manifestar-se em qualquer idade. Caracteriza-se por lesões feitas pelo próprio paciente, compulsivamente, em áreas que já apresentam alguma alteração, como acne, foliculite ou mesmo picadas de inseto, por isso nem sempre a ação do paciente chama a atenção. As lesões surgem como pequenas elevações na pele, criada pelo constante hábito de arrancar ou raspar a pele, e evoluem para escoriações redondas, ovais ou lineares, distribuídas bilateralmente ou simetricamente em locais de fácil acesso das mãos. As lesões costumam evoluir de superficiais a profundas, chegando a formar cicatrizes. O diagnóstico é feito pelo quadro emocional e pela forma da lesão. Os tratamentos variam de acordo com a gravidade da lesão provocada. É fundamental o acompanhamento psicoterápico.